PIS Pasep vai distribuir R$ 428 milhões: consulte se você tem direito

É importante ficar atento, pois para ter acesso a esse dinheiro, o trabalhador deve estar de acordo com alguns fatores, confira se você se enquadra e tem direito ao saque do abono salarial.


Os trabalhadores que exerceram atividade remunerada com carteira assinada, podem ter valores esquecidos e que agora poderão ser sacados. Já está liberado o saque do abono salarial PIS Pasep ano-base 2020, os beneficiários deste direito poderão sacar até R$ 428,4 milhões na soma total de todos os trabalhadores.

O valor pago aos beneficiários depende do número de meses trabalhados. Vale ressaltar que os depósitos foram finalizados em março, porém os saques devem ser realizadas até o dia 29 de dezembro do ano vigente.

Em geral muitos trabalhadores não fazem o saque do PIS, segundo informações do Ministério do Trabalho e Previdência, mais de 400 mil pessoas ainda não procuraram a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil para realizar o saque.

Quem pode resgatar o dinheiro esquecido do PIS?

Para ter direito ao saque do PIS, o trabalhador deve estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos e ter trabalhado no mínimo 30 dias para pessoa jurídica em 2020. Além disso, é necessário ter sido remunerado em no máximo dois salários mínimos em 2020 e estar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial), sem isso não será possível.


Para consultar o PIS, você poderá fazer através de ligação para o telefone 158 ou do aplicativo atualizado Carteira de Trabalho Digital, disponível tanto para Android com para iOS.

Carteira de Trabalho Digital – App Foto Reprodução

Como sacar o dinheiro esquecido do PIS Pasep

A fim de efetuar o saque do valor, o trabalhador deve realizar uma solicitação formal, essa requisição pode ser realizada presencialmente, em qualquer unidade do Ministério do Trabalho, ou por meio de e-mail endereçado para o trabalho.uf@economia.gov.br onde o UF significa o estado para qual você mora, por exemplo: trabalho.rs@economia.gov.br para quem é do Rio Grande do Sul.

Os trabalhadores que se encaixam nos requisitos destacados acima para o saque do benefício, já podem fazê-lo, não deixe para depois, o benefício referente ao ano anterior não foi sacado por mais de 300 mil pessoas.

Curta e Compartilhe!

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.