Declaração Imposto de Renda 2016

Declaração Imposto de Renda 2016

Fique atento, o prazo máximo dado pela Receita Federal para declaração do imposto de renda 2016 é até às 23:59:59 do dia 29 de Abril. Muitas pessoas só de ouvirem falar sobre o imposto de renda já ficam totalmente assustadas e com várias pulgas atrás da orelha, não é verdade? Trata-se de um assunto de tamanha importância e por isso todos nós devemos estar por dentro. Fazer a Declaração Imposto de Renda 2016 não é tão difícil assim, mas as pessoas põe esse mito em torno das informações e cálculo que são requeridas. O que deve preocupar-se mesmo é com os prazos definidos pela Receita Federal para esta declaração. Então, quer saber mais um pouco sobre declaração imposto de renda 2016? Confira nossas dicas abaixo!

Imposto de Renda 2016

Mesmo com toda quantidade de notícias em jornais e televisão, a declaração do imposto de renda é infelizmente desconhecida por boa parte da população. Trata-se de um método de informar à Receita Federal sobre a atual situação financeira do contribuinte. Portanto, no Imposto de renda é cobrado informações como sobre quanto pagou de imposto anualmente, quanto recebeu durante o ano e também a quantidade de imposto devido. Mas as informações que devem ser prestadas à Receita não param por aí. Ela também pede para informar sua movimentação financeira e de bens, com intuito de tributá-los.

Declaracao-Imposto-de-Renda-2016

Declaração Imposto de Renda 2016

Como declarar o Imposto de Renda 2016

É nesta parte que as maiores das pessoas as vezes desistem de colocar a mão na massa ou até mesmo pagar a um profissional da área para executar, no caso, um contador ou assessor contábil. Mas, a maioria delas não sabem que poderia estar investindo este dinheiro pago a alguém para declarar em outras coisas, já que declarar o imposto é muito fácil e rápido. Para tanto, basta apenas fazer o download do software da Receita conhecido como Imposto de Renda Pessoa Física, ou, IRPF. Este software está disponível no site institucional da receita federal [aqui] e deve ser baixado de acordo com seu sistema operacional afim de que tudo funcione de forma correta.

Publicidade:

Após baixado, instale o programa na máquina e abra-o. Ao acessá-lo, logo na página incial, o software perguntará o que deseja fazer. As opções são: criar uma nova declaração importar dados IRPF do ano anterior ou também importar declaração pré-preenchida. Você deve escolher a opção que melhor servir, mas caso nunca tenha criado um imposto, deve-se escolher sem dúvidas a primeira opção.

Se o contribuinte tiver alguma dúvida ao decorrer do preenchimento de informações, clique no botão ‘ajuda’ ou na tecla F1.

Publicidade:

Isenção de Imposto de Renda

Não é necessariamente preciso todos declararem seu imposto de renda. Apenas as pessoas que se encaixam no valor definido pela Receita Federal e Governo. Fora isto, existe ainda dois casos em que o contribuinte pode está isento.

Publicidade:

– Pessoa dependente na declaração de outra pessoa, mesmo que se encaixe nos quesitos definido pela Receita. Mas, atente-se, neste caso quem declarar a pessoa como dependente deverá informar todos os rendimentos, bens e direitos do dependente em sua declaração de IR.

– Pessoa que contabiliza mais de 300 mil reais em direitos e bens, porém com parte de seu patrimônio em convivência com o cônjuge ou companheiro de união estável em regime parcial de bens.

Publicidade:

Você também pode receber parte do imposto pago, para isso é preciso declarar seus gastos como por exemplo, médicos, remédios, consultas entre outros, com isso terá a restituição do imposto de renda 2016 para receber.

Curta e Compartilhe!

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *